7up7down

7up7down - SoftBank adotará “modo ofensivo” de abordagem com boom da IA

O Softbank adotou uma postura defensiva depois de perdas no Vision Fund; agora, Masayoshi Son afirmou que "chegou a hora de mudar para o modo ofensivo"

Reuters

Publicidade

TÓQUIO (Reuters) – O presidente-executivo do SoftBank, Masayoshi Son, disse nesta quarta-feira que seu conglomerado de investimentos em tecnologia planeja mudar sua postura para um “modo ofensivo” em meio à empolgação com os avanços na inteligência artificial.

O grupo recuou para uma postura defensiva, restringindo a atividade de investimento após pesadas perdas de investimento em seu Vision Fund.

“Chegou a hora de mudar para o modo ofensivo”, disse Son aos acionistas na reunião geral anual do grupo.

Continua depois da publicidade

O SoftBank reportou um prejuízo líquido de 970 bilhões de ienes (6,85 bilhões de dólares) no ano encerrado em 31 de março, amortecendo as perdas na unidade do Vision Fund ao vender sua participação no Alibaba .

O vice-presidente financeiro, Yoshimitsu Goto, disse no mês passado que o grupo quer garantir que não perca oportunidades de investimento, moderando sua ênfase anterior no modo defensivo.

Os ativos líquidos do SoftBank, que incluem caixa e uma linha de compromisso não sacada, subiram para 5,1 trilhões de ienes no final de março, em comparação com 2,9 trilhões de ienes no ano anterior.

Masayoshi Son fundador do SoftBank
Masayoshi Son, fundador do SoftBank (Photo by Tomohiro Ohsumi/Getty Images)

ASTRO BOY

Son disse que pediu ao ChatGPT, o chatbot com inteligência artificial da startup OpenAI, para escrever novas aventuras para Astro Boy, a clássica série de mangá de Tezuka Osamu.

“Ele cria como se fosse humano”, disse ele.

O bilionário disse que passou os últimos oito meses criando invenções que acredita que podem ser realizadas por meio da Arm, fabricante de chips do conglomerado.

“Queremos realizar essas invenções passo a passo. A Arm é a chave”, disse ele.

O SoftBank pretende listar a Arm na Nasdaq ainda este ano e está buscando levantar entre 8 bilhões e 10 bilhões de dólares, informou a Reuters. A Arm está em negociações com empresas como a Intel sobre uma possível participação na oferta pública inicial.

As ações do SoftBank fecharam em alta de 3,7% e acumulam ganho de 22,9% no ano.

7up7down Mapa do site