7up7down

7up7down - Após concluir processo de fusão, Brasil Foods muda marca e vira BRF

Depois de quase três anos do início da fusão entre Sadia e Perdigão e longo processo no Cade, companhia investe agora em sua marca corporativa

Lara Rizério

Publicidade

SÃO PAULO – Depois de quase de três anos de um longo processo de fusão entre a Sadia e a Perdigão, a Brasil Foods (BRFS3) inaugura uma nova etapa da sua história. O nome Brasil Foods deixará de existir e a companhia passa a se chamar BRF a partir desta data.

A agora BRF também mudou o seu logotipo e passará a investir mais em sua marca corporativa, caso de outras companhias como Unilever e Ambev (AMBV4), em vez de investir apenas nas marcas dos produtos. A companhia está gastando R$ 3 milhões no lançamento da marca corporativa com propaganda, valor abaixo dos R$ 400 milhões anuais de verba de marketing. 

Esta mudança marca assim o encerramento da fusão iniciada em maio de 2009, que enfrentou um processo bastante complexo no Cade (Comitê Administrativo de Defesa Econômica), culminando com a venda de R$ 3,5 bilhões em faturamento para a Marfrig (MRFG3) e ter incorporado a Sadia em dezembro de 2012.

Continua depois da publicidade

Vale ressaltar que esta mudança está sendo implementada em um momento de impasse na administração da companhia, uma vez que os seus acionistas pedem mais agressividade. Neste cenário, entre em cena a possível indicação do empresário Abilio Diniz para a presidência do Conselho de Administração, em substituição a Nildemar Secches. 

Marca era considerada envelhecida 
A construção da marca se deu com a contratação da consultoria Interbrands em setembro de 2011. O nome BR Foods foi criado às pressas, em meio às negociações entre a Sadia e a Perdigão e ao forte prejuízo que a Sadia tinha com uma operação de derivativos de câmbio.

Assim, a marca Brasil Foods foi usada para evitar a impressão de que a Sadia havia sido comprada pela rival. Além disso, ela já estava registrada como joint venture das duas companhias para exportação. Contudo, a marca era vista como envelhecida e bastante confusa, sendo que muitos a chamam ainda de BR Foods, um nome que nunca existiu. 

Lara Rizério

Editora de mercados do 7up7down, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional, além de ficar bem de olho nos desdobramentos políticos e em seus efeitos para os investidores.

7up7down Mapa do site