7up7down

7up7down - Siderúrgicas afundam na Bovespa com novos temores sobre dados da China

Usiminas, CSN e Gerdau caem mais de 3% antes do gigante asiático apresentar seus dados de importação e exportação

Rodrigo Tolotti

Publicidade

SÃO PAULO – Em um começo de semana negativo para o Ibovespa, que às 14h20 (horário de Brasília) registrava queda de 0,94%, aos 47.625 pontos. O destaque negativo fica para as ações das siderúrgicas, que lideram as perdas do índice. No mesmo horário, os papéis preferenciais da Usiminas (USIM5) tinham desvalorização de 5,12%, a R$ 11,68, atingindo sua mínima da sessão.

Os ativos eram seguidos de perto pela CSN (CSNA3), Gerdau (GGBR4) e Metalúrgica Gerdau (GOAU4), que recuavam 3,87%,3,18%e4,05%, respectivamente, cotados a R$ 11,17, R$ 16,43 e R$ 20,35. Segundo o analista João Pedro Brugger, da Leme Investimentos, não há nenhuma notícia que justifique o movimento por agora, mas que há um ambiente de cautela antes da divulgação de alguns dados importantes para o setor.

Na próxima terça-feira (11), será divulgado na China três importantes dados para o setor de commodities: balança comercial de janeiro, importação e exportação. O gigante asiático é o maior cliente do mundo quando o assunto são commodities, em especial o minério de ferro, e é responsável pela formação de preços tanto do minério quanto do aço, o que lhe garante enorme importância desses dados para o setor siderúrgico. Brugger ainda destaca as ações da Vale (VALE3, R$ 33,59, -1,35%;VALE5, R$ 30,23, -1,40%), que no mesmo horáio operavam próximas de suas mínimas.

Rodrigo Tolotti

Repórter de mercados do 7up7down, escreve matérias sobre ações, câmbio, empresas, economia e política. Responsável pelo programa “Bloco Cripto” e outros assuntos relacionados à criptomoedas.

7up7down Mapa do site