7up7down

7up7down - Petrobras (PETR4) será investigada pelo Cade sobre preços, Eletrobras (ELET6) estuda propor redução do conselho e mais

Confira os destaques do noticiário corporativo desta terça-feira (6)

Felipe Moreira

Publicidade

O noticiário corporativo desta terça-feira (6) destaca que Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vai investigar a Petrobras (PETR4). Além disso, a Eletrobras (ELET3) disse que está conduzindo um trabalho interno para propor aos acionistas uma reforma no estatuo social, que inclui a possibilidade de redução dos atuais 11 para 9 membros do conselho de administração.

O GPA, por sua vez, estuda segregar Grupo Éxito com redução de capital e distribuição de aproximadamente 83% das ações do Éxito atualmente detidas pelo Grupo aos seus acionistas.

A Gol (GOLL4) registrou crescimento da oferta e da demanda por voos no mês de agosto deste ano.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Confira mais destaques:

Petrobras (PETR3;PETR4)

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) iniciou inquérito administrativo para verificar se a Petrobras (PETR4) está cobrando mais caro pelo petróleo vendido a refinarias privadas. O procedimento foi instaurado por suspeitas de que a estatal estaria comercializando a commodity a preços mais baratos para suas próprias unidades de refino, segundo reportagem da Folha de S. Paulo.

GPA (PCAR3)

O Conselho de Administração do GPA (PCAR3) autorizou a continuidade dos estudos, bem como a preparação da implementação da segregação da Éxito, incluindo todas as providências para a criação dos programas de BDRs e ADRs do Éxito no Brasil e nos Estados Unidos, respectivamente, tendo o Conselho de Administração do Éxito aprovado nesta data o começo dos trabalhos para tal fim.

Continua depois da publicidade

O GPA espera que a operação consista na segregação de GPA e Éxito por meio de uma redução de capital de GPA com o objetivo de distribuir aproximadamente 83% das ações do Éxito atualmente detidas pelo Grupo aos seus acionistas. Desta forma, após a distribuição das ações, o GPA manteria participação minoritária de aproximadamente 13% no Éxito, com potencial de monetização no futuro.

Gol ([ativo=GOLL4)

A operadora aérea Gol ([ativo=GOLL4) informou que a oferta de assentos por quilômetros voados (ASK) aumentou em 43,9% na comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto o total de assentos cresceu em 41,4%. O número de decolagens no período subiu 44,9%. A receita por passageiro por quilômetro (RPK) cresceu 31,7% e a taxa de ocupação ficou em 81,5% (1,3 pontos percentuais a mais do que em agosto de 2021).

Eletrobras ([ativo=ELET3];ELET6)

A Eletrobras (ELET3; ELET6) comunicou que está conduzindo um trabalho interno para propor aos acionistas uma reforma no estatuo social, que inclui a possibilidade de redução dos atuais 11 para 9 membros do colegiado. O objetivo, segundo a empresa é adequar o estatuto social às melhores práticas do mercado e de governança corporativa.

A elétrica disse também que tornou sem efeito a nomeação de Carlos Augusto Leone Piani, eleito conselheiro de administração na AGE realizada no dia 5 de agosto, por ele não ter comparecido à empresa no prazo legal de 30 dias para assinar o termo de posse.

Além disso, a elétrica disse que recebeu mandado de citação para pagamento, nesta segunda-feira (5), na ação de
execução ajuizada por Eagle Equity, em trâmite perante na 1ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais e Conflitos Arbitrais de Brasília, na qual são cobrados valores referentes a supostos títulos executivos extrajudiciais, consistentes em obrigações ao portador emitidas nas décadas de 1960 a 1980, para pagamento do empréstimo compulsório de energia elétrica (ECE), no valor de R$ 6,799 bilhões.

A companhia acredita que a ação de execução é infundada e que os valores não são devidos ao autor.

A Eletrobras registra que a ação não é a primeira demanda ajuizada pelo mesmo fundo de investimentos, no âmbito do empréstimo compulsório sobre energia elétrica. Ação monitória anteriormente proposta, pelo mesmo autor, resultou em sentença desfavorável, proferida pelo MM. Juízo da 7ª Vara Federal da Seção Judiciária do
Rio de Janeiro, além de ação coletiva ajuizada na jurisdição de Nova Iorque, referente à mesma temática, a qual foi encerrada, tendo sido rejeitadas todas as reivindicações feitas pelo autor em face da companhia.

Embraer (EMBR3)

A Embraer (EMBR3) concluiu os testes em voo da campanha de certificação do Sistema Modular Aerotransportável de Combate a Incêndios (MAFFS II, na sigla em inglês), que fornece ao C-390 Millennium a funcionalidade necessária para realizar a missão de Combate a Incêndio Florestal (CIF).

Segundo a fabricante de jatos, os ensaios, que foram conduzidos na unidade da Embraer no município paulista de Gavião Peixoto, representam um avanço importante na campanha de certificação dessa capacidade junto ao Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI). Após a certificação, a capacidade de combate a incêndios estará disponível aos operadores da aeronave.

Neoenergia (NEOE3)

A Neoenergia (NEOE3) informou nesta segunda-feira (5) que a Aneel autorizou a implantação de reforço na subestação Medeiros Neto 2, em Morro do Chapéu, referente ao lote 2 do leilão de dezembro de 2020. De acordo com a nota, o reforço será feito com a implantação do segundo banco de autotransformador monofásico, com investimento previsto de R$ 74,8 milhões.

Dommo (DMMO3)

A Dommo Energia comunicou que seu acionista controlador, Prisma Capital, elevou sua posição na companhia de 51,99% para 56,20% do seu capital social.

A Dommo também informou que celebrou acordo com a PBEL, por meio do qual a companhia se comprometeu a quitar as custas e honorários a que foi condenada na Arbitragem (acordo).

A maior parte do valor que a Dommo obrigou-se a pagar em decorrência do acordo está coberta pela apólice de
seguro contratada pela companhia para reembolso dos custos da Arbitragem, conforme já divulgado ao mercado,
remanescendo, porém, um saldo não coberto que exigirá desembolso líquido de US$2,5 milhões (dois milhões e
quinhentos mil dólares) pela Companhia.

Banco de Brasília (BSLI3)

O BRB – Banco de Brasília (B3: BSLI3 e BSLI4) aprovou o pagamento de Juros sobre o Capital Próprio referente ao exercício de 2022, tendo por base o resultado auferido e divulgado do 2º trimestre do ano corrente, no valor de
R$ 45,5 milhões, que correspondem ao valor bruto de R$0,122655464 por ação ON e R$ 0,134921011 por ação
PN.

Terão direito aos Juros sobre o Capital Próprio os acionistas possuidores de ações no dia 09 de setembro, sendo seu crédito correspondente realizado no dia 20 de setembro de 2022.

Sanepar (SAPR11)

A Sanepar (SAPR11) prorrogou por 90 dias, a partir de 11 de setembro, a cobrança de água e esgoto para os clientes cadastrados na categoria Água Solidária.

Orizon (ORVR3)

A gestora Equitas atingiu participação acionária de 5,66% na companhia, com pouco mais de 4 milhões de papéis ordinários.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

7up7down Mapa do site