7up7down

7up7down - Criptomoeda dispara 40% em um dia e passa o Ethereum como a 2ª maior do mundo

Ripple chama atenção com grande volume de negócios na Ásia e já tem valor de mercado de mais de US$ 76 bilhões

Rodrigo Tolotti

Publicidade

SÃO PAULO – Se as últimas duas semanas foram bastante conturbadas no mercado de criptomoedas, estes últimos dias do ano estão se mostrando bastante calmos, mas uma moeda tem chamado atenção, inclusive tomando o lugar do Ethereum como a segunda moeda digital mais valiosa do mundo. O Ripple já tinha bastante destaque entre os conhecedores deste mercado, mas agora parece estar ganhando ainda mais força.

Em pouco mais de 24 horas, a criptomoeda teve um salto de mais de 40% e no fim da tarde de sexta-feira (29) era cotada a US$ 1,98, com um valor de mercado de US$ 76,804 bilhões, contra US$ 73,535 bilhões do Ethereum, segundo dados do Coinmarketcap.com.

Analistas estão chamando bastante atenção para o fato de que um dos maiores responsáveis por esta disparada é o mercado asiático, principalmente a Coreia do Sul, que nos últimos dias acabou trazendo pressão ao Bitcoin com notícias de restrição de negócios com criptomoedas. A exchange Bithumb é responsável por 35% do volume de negociação do Ripple.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Ophir Gottlieb, CEO da Capital Market Labs, afirmou que o preço da criptomoeda está aumentando rapidamente devido ao seu potencial em regiões como a Coreia do Sul e o Japão, onde as instituições financeiras em larga escala, bancos e empresas de cartões de crédito já adotaram as tecnologias blockchain da Ripple.

Esta moeda digital foi projetada para oferecer às instituições financeiras um processamento de pagamento interbancário mais rápido em seu blockchain. Por outro lado, diferente de outras moedas, o Ripple, que foi lançado em 2012, não é descentralizado. Isso significa que há um intermediário nas transações, enquanto o Bbitcoin e outras moedas são destinadas a transações de pessoa a pessoa.

Rodrigo Tolotti

Repórter de mercados do 7up7down, escreve matérias sobre ações, câmbio, empresas, economia e política. Responsável pelo programa “Bloco Cripto” e outros assuntos relacionados à criptomoedas.

7up7down Mapa do site