7up7down

Fechar Ads

Worldcoin: cripto, identidade e renda básica universal

Essa iniciativa pode criar um padrão mundial de identidade digital e distribuição de renda?
Por  Gustavo Cunha -
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do 7up7down ou de seus controladores

Recentemente, uma iniciativa que estava relativamente inativa no mundo das criptomoedas lançou seu próprio token e imediatamente ganhou destaque, gerando diversas discussões. Estou me referindo à Worldcoin e ao seu token (WLD). Essa iniciativa une uma abordagem única de identificação pessoal no ambiente digital ao conceito de renda básica universal, ou UBI, sigla em inglês.

A Worldcoin desenvolveu um dispositivo chamado ORB que é capaz de mapear a íris dos usuários. Com isso, é criada uma identidade única (World ID) associada a uma layer 2 da rede Ethereum chamada Optimism. O processo envolve baixar o aplicativo da Worldcoin no celular, visitar um local com o ORB, escanear o olho e um QR code gerado pelo aplicativo, permitindo assim a validação da identidade no aplicativo, o que eles chamam de criação do WorldID.

Em termos de identificação pessoal, a leitura da íris é considerada uma das formas mais seguras de comprovar a identidade de alguém, muito mais confiável do que a impressão digital, que pode se deteriorar ao longo do tempo, ou o reconhecimento facial. O ORB verifica se a pessoa está viva e se não há uma íris já cadastrada. Com base nesses resultados, é possível criar o WorldID da pessoa.

Após a criação do WorldID, os usuários se tornam elegíveis para receber WLD, o token da Worldcoin. Ao se cadastrar, você recebe 25 WLD imediatamente e pode solicitar cerca de 10 WLD por semana. O limite máximo de emissão de WLD é de 10 bilhões. A distribuição inicial será por um período determinado, com a distribuição semanal diminuindo à medida que mais pessoas se cadastram, já que a quantidade de tokens é finita.

Com base no valor atual do token (US$ 2,03), o incentivo inicial para se cadastrar e validar a íris seria de cerca de US$ 51,00, o que é significativo ao compararmos com a renda de muitas pessoas ao redor do mundo. Isso sem mencionar os ganhos futuros de cerca de US$ 20,00 por semana.

É evidente que o token, inicialmente sem valor real e considerado apenas um IOU (“I owe you”, em inglês, algo como “eu devo a você”), ganha valor à medida que milhões de pessoas se cadastram e utilizam suas identidades digitais únicas para diferentes finalidades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Contudo, em termos de preço, é provável que haja uma pressão de venda a curto prazo, já que a maioria das pessoas estará interessada em ganhos imediatos em vez de investir no futuro da iniciativa. Isso levanta a discussão clássica entre objetivos de curto e longo prazo.

Voltando ao modelo da Worldcoin, uma vez que você tenha sido identificado e validado na plataforma, você tem o direito de receber tokens de forma recorrente, algo que se assemelha muito ao conceito de renda básica universal (UBI). Esse é o cerne da Worldcoin.

Muito se fala sobre a mudança no mercado de trabalho devido à inteligência artificial, o que pode deixar muitas pessoas desempregadas. É interessante notar que o fundador da Worldcoin é Sam Altman, conhecido por estar à frente da OpenAI e criador do ChatGPT. Isso levanta a questão de se ele está desenvolvendo essa iniciativa para lidar com os desafios que a IA pode criar, como abordado no artigo de Molly White (link no final do texto).

A discussão sobre renda básica universal é ampla e parece haver consenso tanto no âmbito político quanto acadêmico de que é uma discussão importante em algum nível. O programa “Bolsa Família” é considerado uma forma de renda básica universal.

Outro aspecto da Worldcoin é a criação de uma identificação digital global única, independente de governos ou grandes empresas. Embora haja alguns casos de uso interessantes, como a capacidade de provar sua identidade digitalmente sem a necessidade de intermediários, a real necessidade disso ainda gera dúvidas. Será que apenas com a adesão de empresas e governos a Worldcoin poderá ser validada? Será que ela encontrará apoio nas comunidades mais voltadas para a liberdade individual?

Vale mencionar que a necessidade de identificação digital está cada vez mais sendo abordada por plataformas e estruturas que utilizam Zero Knowledge (ZK), requerendo interações constantes para identificar casos de venda ou roubo de identidades digitais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra consideração diz respeito à coleta de dados pela Worldcoin. Embora poucos processos de validação de usuários atualmente usem a leitura da íris, não se sabe se isso poderá se tornar um padrão nos próximos anos, o que pode representar riscos caso os dados sejam vazados de startups que já possuam os dados da íris dos usuários.

A Worldcoin alega que armazena apenas o hash da íris, não a íris em si, permitindo verificar se uma íris já está cadastrada, mas não é possível recriar a íris a partir dos dados cadastrados, devido à criptografia assimétrica.

Por fim, a Worldcoin levanta pelo menos duas discussões cruciais para o cenário atual: identidade digital global e renda básica universal (UBI). Ela tem o potencial de abordar esses dois pontos? São funções mais adequadas para iniciativas privadas ou governamentais? As grandes empresas de tecnologia seguirão essa direção?

No âmbito individual, a pergunta é: você se cadastrará? Enxerga vantagens nisso? Os cerca de US$ 51,00 iniciais são suficientes para motivá-lo a experimentar? Identificou algum outro risco que não tenha sido abordado?

Só me chamar nos links abaixo e comentar:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Seguimos em contato nos links abaixo
Site:@Fintrender
YouTube:FinTrender – YouTube
LinkedIn:@Fintrender
Instagram:@Fintrender
Twitter:@Fintrender
Facebook:@Fintrenders
Podcast:Fintechs e novos investimentos

Bases para a execução desse texto:

What do I think about biometric proof of personhood?
Worldcoin: a solution in search of its problem
Worldcoin says will allow companies, governments to use its ID system
Worldcoin price today, WLD to USD live price, marketcap and chart
Tokenomics
Worldcoin’s Tokenomics Shrouded in Mystery as Website is Reportedly Geo-Blocked Worldwide
Worldcoin Can Be More ‘Widely Distributed’ Than Bitcoin, CoinFund Executives Say
Worldcoin, From ChatGPT Creator, to Unveil WLD — What You Need to Know, And How to Get it
WorldCoin Attracts 2 Million Users, Hundreds Line-up To Stare at the Orb
Kenya suspends Worldcoin project over data safety concerns

Gustavo Cunha Autor do livro A tokenização do Dinheiro, fundador da Fintrender.com, profissional com mais de 20 anos de atuação no mercado financeiro tradicional, tendo sido diretor do Rabobank no Brasil e mais de oito anos de atuação em inovação (majoritariamente cripto e blockchain)

Compartilhe

Mais de Gustavo Cunha

7up7down Mapa do site